Avaliação Psicológica

A avaliação psicológica é o processo científico de coleta de dados, estudo e interpretação de informações a respeito de dimensões psicológicas dos indivíduos através de estratégias – métodos, técnicas e instrumentos – com objetivos bem definidos, que possa atender a diversas finalidades, visando apoiar tomadas de decisão. A avaliação psicológica torna possível compreender a estrutura da personalidade e o funcionamento cognitivo do indivíduo, aceder aos seus recursos emocionais e afetivos e a muitas outras dimensões da psique, tendo em consideração a sua realidade biopsicossocial e, portanto, os fatores biológicos, psicológicos e sociais, cuja interação permite explicar a predisposição, o desencadeamento e/ou a manutenção das suas dificuldades ou identificar as suas maiores potencialidades. 

O principal objetivo da avaliação psicológica é ajudar a compreender e descrever o funcionamento da pessoa, com vista a identificar, analisar e delinear estratégias de intervenção para aumentar o seu bem-estar e, em muitas situações, minimizar problemas (queixas) psicológicos.

A avaliação psicológica culmina na elaboração de um relatório. O Relatório da Avaliação Psicológica é um documento que procura identificar e responder a um pedido de avaliação ao mesmo tempo que apresenta os principais resultados, interpretações (formulação) e recomendações do processo de avaliação psicológica. 

É frequentemente apontado um plano de intervenção visando a superação das dificuldades identificadas e/ou a otimização das potencialidades. O relatório é, assim, uma síntese integradora dos aspetos do funcionamento psicológico (cognitivo, emocional e comportamental). Dirige-se a quem fez o pedido inicial da avaliação, que são de modo mais comum o próprio indivíduo, pais de crianças ou adolescentes, professores ou educadores, médicos (pediatras, psiquiatras, neurologistas), juízes ou advogados.

A Avaliação Psicológica é composta por quatro momentos principais:

1)Realização de uma entrevista;

2)Aplicação de um conjunto de instrumentos de avaliação (testes psicológicos) e de observação;

3)Devolução dos resultados e entrega do Relatório de Avaliação Psicológica;

4)Identificação de estratégias de intervenção e recomendações.

 

A avaliação psicológica pode incidir em diferentes áreas: 

- Avaliação cognitiva

- Avaliação de personalidade

- Avaliação psicopatológica

- Avaliação neuropsicológica

- Avaliação do desenvolvimento infantil

- Avaliação de pré-requisitos para a entrada no ensino formal

- Avaliação psicopedagógica

- Avaliação decorrente de situações de doença (p.ex. epilepsia)