Psicologia Clínica Adultos

A Psicologia Clínica atua no campo do bem-estar psicológico com o objetivo de dar resposta a dificuldades nas áreas emocional, relacional e comportamental. O mal-estar psicológico, por vezes, é acompanhado por queixas físicas, que surgem como expressão do sofrimento psíquico.

A Psicoterapia interessa-se por compreender as dificuldades e problemas da pessoa à luz do modelo biopsicossocial, ou seja, tendo em conta os fatores biológicos, psicológicos e sociais que contribuíram para o desenvolvimento do problema. Baseia-se na compreensão da história da pessoa e das suas dificuldades, aprofundando diversas áreas nas diferentes fases de vida. A Psicoterapia para adultos tem, portanto, o objetivo de fornecer apoio psicológico e psicoterapêutico para dificuldades ou problemas específicos, assim como potenciar o funcionamento ótimo da pessoa nas mais diversas áreas da sua vida (pessoal, familiar, académica, profissional, social) de forma a promover a sua saúde psicológica e o seu bem-estar emocional.

No Conceito Phi as intervenções no âmbito da Psicologia Clínica assentam numa perspetiva integrativa, suportada por modelos e práticas de diferentes perspetivas teóricas, que a investigação revela como válidos e eficazes. Coloca-se o foco na (re)descoberta de recursos individuais e no desenvolvimento do potencial da pessoa, por forma a capacitá-la a melhor enfrentar os desafios inerentes à vida e a agir mais de acordo com as suas necessidades e objetivos. Assim, ajuda-se a pessoa a alcançar um melhor conhecimento de si própria, a construir relações mais satisfatórias e gratificantes consigo e com os outros, a desenvolver novas competências emocionais e comportamentais e a alcançar as mudanças desejadas, com vista a construir uma vida mais significativa.

Uma consulta de psicologia representa um espaço tranquilo, de aceitação e empatia, regido por princípios éticos e deontológicos, onde se torna possível e seguro falar de si próprio e ver promovido o seu bem-estar, o seu desenvolvimento pessoal e a sua saúde mental.

 

Onde todos os conteúdos e motivos de preocupação são bem-vindos e tratados com serenidade, respeito e sigilo, sabendo que na maioria dos casos, a angústia e a dificuldade em superar determinados obstáculos, encontram solução na identificação e na compreensão dos próprios sentimentos e atitudes. Numa relação de verdadeira ajuda, em que, mais do que metas o psicólogo clínico propõe-se ajudar a abrir caminhos, servindo de guia na conquista de um maior conhecimento interior, reajustamento social, emocional e psicológico.

Momentos do acompanhamento em psicologia clínica:

- A entrevista

- A avaliação psicológica: com o objetivo de determinar o desenvolvimento global da criança/jovem/adulto/idoso e avaliar o seu funcionamento ao nível das várias áreas: cognitiva, emocional, comportamental, familiar e social

- A intervenção (psicoterapia): com o objetivo de promover o bem-estar emocional e o desenvolvimento de recursos e competências internas.

 

Áreas de intervenção:

-Depressão;

-Ataques de pânico;

-Ansiedade;

-Doença crónica;

-Dificuldades relacionais e de comunicação;

-Luto;

-Divórcio;

-Perturbação obsessivo-compulsiva;

-Dificuldades sexuais;

-Desenvolvimento pessoal;

-Gestão de stress;

-Agressividade;

-Traumas; 

-Perturbações do comportamento alimentar;

-Abuso e dependência de substâncias;

-Pensamentos e comportamentos auto-lesivos;

-Medos e fobias; 

-Isolamento social;

-Perturbações de personalidade.